Dicas, Serviços, Tecnologia
13 DE setembro DE 2017 COMENTÁRIOS

É sabido que a Netflix dá ao usuário a opção de classificar filmes e séries já assistidos ou que foram recomendados com um sistema de aprovação, resumido em Gostei e Não Gostei. A porcentagem exibida ao lado de um título indica a estimativa da ferramenta de probabilidade de você gostar do filme/série/documentário/show.

A classificação dos filmes e séries é uma maneira fácil de mostrar á Netflix do que você gosta. Quanto mais títulos você classificar, melhores serão as sugestões da ferramenta pra você.

Entenda como funciona o algoritmo:

A Netflix oferece milhares de títulos para você assistir. Fica difícil acertar sempre. Portanto, ao classificar filmes e séries, você ajuda a ferramenta a filtrar, dentre as milhares de opções disponíveis, os títulos que têm mais chances de se encaixar no seu perfil.

Para isso,é utilizado um algoritmo de recomendação que leva alguns fatores em consideração. São eles:
Os gêneros de filmes e séries disponíveis;
Seu histórico de transmissão online e suas classificações anteriores;
Uma análise das classificações de todos os assinantes da Netflix com gosto similar ao seu.

Disponibilidade

É importante lembrar também que para um filme aparecer no catálogo de determinado país, a Netflix fecha um contrato de licença com agências, para obter os direitos de distribuição, é por isso que o catálogo não é igual para todo mundo. Isso tem influência na forma como o algoritmo se comporta, uma vez que ele precisa levar em conta a disponibilidade.

Com a Netflix operando em cerca de 190 países diferentes, também pode acontecer de um filme muito mais conhecido ao redor do mundo estar disponível em relativamente poucos países, enquanto uma produção menor e de nicho pôde ser licenciada para muito mais localidades. Assim, o ranking de busca ou recomendação prioriza a produção menor, por ter maior disponibilidade.

Importante lembrar

A Netflix se orgulha de ouvir e agradar os usuários, indicando os conteúdos que mais se adaptam aos gostos de cada consumidor, muitas vezes desconhecidos. Mas é importante lembrar que o algoritmo só funciona se cada usuário for alimentando com informações dos seus gostos. Ou seja, lembre-se sempre de classificar os filmes e atualizar as suas preferências. Se quiser saber mais sobre a Netflix, clique aqui e acesse essa outra publicação do Blog Fujioka.