Dicas, Eventos
22 DE dezembro DE 2017 COMENTÁRIOS

 

Vida de produtor musical não é nada fácil.E conversando com o Willi Baldo, um cara muito gente boa e alto astral, conhecemos um pouco da vida na estrada. Ele tá sempre viajando, mas não abre mão de estar junto de quem ama no natal. Quase sempre comemorou a data com a família, mas já passou por alguns perrengues durante sua jornada.

No natal desse ano, conversamos com o Willi e descobrimos várias coisas legais de sua história, inclusive que ele vai experimentar uma comemoração diferente nesse natal, ao melhor estilo gaúcho com a família da namorada em lá pras bandas do Rio Grande do Sul. Confira aí:

Conta pra gente um pouco sobre você, sua história e sua relação com o Natal.

Meu nome é Willi Baldo, tenho 27 anos, sou produtor musical e falar da minha vida é falar de música! Comecei a tocar violão com 8 anos de idade e desde então o amor por essa arte se apoderou de mim.

Me formei em Musicoterapia pela Universidade Federal de Goiás e sou apaixonado pela profissão, mas atualmente não estou exercendo. Tenho me dedicado exclusivamente à produção musical, tanto em estúdio quanto nos palcos.

E sobre o natal, o que você mais gosta na data?

Ganhar presente é legal, mas nada como poder reunir a família em uma festa e esquecer dos problemas.

Acho que o espírito natalino fortalece essa união familiar. Não podemos esquecer também da ceia, um momento muuuito importante! Kkkkk

E do que você não gosta no Natal?

Eu adoro o natal! Não tem nada que me vem à mente que eu não goste! Até de uva passa eu gosto.

Hoje em dia, como você costuma passar o Natal?

Como músico, já tive que passar o natal na estrada trabalhando várias vezes, mas quando estou em casa, geralmente a família se reúne na casa de algum parente.

E o Natal deste ano, como vai ser?

Com a família da minha namorada no Rio Grande do Sul. A cultura de lá é bem diferente, a comida, os costumes. Estou sempre aprendendo muito com eles. Com certeza, esse será um natal cheio de novidades.

Qual foi o Natal mais inusitado que você já teve?

Alguns anos atrás, fui fazer um show com o Lucas Lucco no Pará. Era dia 23 de dezembro e a banda toda estava ansiosa pra voltar pra casa, enfim, era véspera de Natal. O show acabou e todos se arrumaram rápido pra não perdermos tempo e foi aí que veio a notícia. O nosso ônibus quebrou!

Ninguém queria passar o natal longe de casa, então começamos a buscar uma saída. Depois de tentar de tudo, a solução foi nos dividirmos em duas vans com malas e equipamentos e seguir viagem rumo a Goiânia. Viemos voando e revezando no volante, pois estávamos muito cansados e a viagem é muito longa. Até o Lucas dirigiu.

Com muito custo, torcicolo e dor na coluna, chegamos em casa por volta de 23h30 do dia 24 e ainda deu tempo de pegar o restinho da ceia de natal com a família.

Se você pudesse fazer um pedido neste natal pra 2018, qual seria?

Sem dúvida nenhuma, a paz no mundo! Eu sou um defensor dos direitos humanos e os conflitos entre os povos tem se agravado em diversas frentes e por motivos cada vez mais banais. Se continuarmos assim, não sei onde o mundo vai parar. Afinal de contas, somos todos seres humanos.

O Natal do Willi sempre foi uma data muito importante pra ele. Apesar das dificuldades da vida, ele tá sempre fazendo um esforço pra estar junto de quem ama nessa data. Nesse ano, a ceia dele vai ser diferente e cheias de novas experiências.

E o seu, como vai ser? Compartilhe com a gente usando a hashtag #PraCadaNatalUmNatalFujioka, dê uma passada em uma das nossas lojas e não deixe faltar nada no seu Natal!

Boas Festas! <3