Dicas, Tecnologia
28 DE novembro DE 2017 COMENTÁRIOS

Deixou o celular cair na água e não sabe o que fazer para recuperar o aparelho? É comum encontrar na Internet algumas dicas como colocar o smartphone no arroz ou secar os resíduos com um secador de cabelo. Mas será que elas funcionam? É possível consertar o telefone em casa, sem ter que levar na assistência técnica?

As dicas a seguir também são válidas para quem tem um smartphone resistente à água.

O que fazer com um celular que caiu na água?

Os especialistas são unânimes em relação ao que não fazer logo após o celular cair na água: tentar ligar o aparelho. Às vezes, o usuário fica ansioso para saber se perdeu alguma coisa e acaba ligando o celular logo em seguida. No entanto, a melhor coisa a se fazer é desmontar o smartphone o máximo possível. Isso inclui retirar os chips, cartão microSD e, principalmente, a bateria, se seu aparelho permitir.

Após remover todos os componentes, você deve secar um por um com uma toalha ou pano e dar leves batidinhas para que a água possa escorrer. Marchese afirma que a melhor atitude é levar o smartphone para fazer os reparos necessários: “A água oxida o aparelho e a pessoa não consegue consertar em casa. A assistência técnica vai abrir o celular e fazer a desoxidação”.

Colocar o celular no arroz funciona?

Uma das indicações mais comuns do que fazer quando o celular cair na água é colocar o smartphone dentro de um pote de arroz cru. E essa dica pode ser mesmo eficiente: segundo especialistas, o arroz absorve a água que fica acumulada no celular e ajuda a remover a umidade. O ideal é pegar um pote cheio de arroz e deixar o telefone encoberto por completo por, pelo menos, um dia.

A sílica gel também é uma opção para absorver o excesso de água. No entanto, é preciso ter uma grande quantidade de sílica para encobrir o celular. Como o arroz é algo de acesso mais fácil, já que todo mundo costuma ter em casa, pode ser a melhor opção na hora do sufoco.

Apesar de esses produtos ajudarem, eles podem não ser tão eficientes, já que corre o risco de ficar algum resíduo de água no aparelho, podendo gerar uma oxidação no futuro.

Posso secar com secador ou aspirador de pó?

Na Internet, também é comum encontrar sugestão de uso de secador ou aspirador de pó quando o celular cai na água. O primeiro é indicado para evaporar a água, enquanto o segundo pode sugar os resíduos que ficaram no smartphone. No entanto, essas ações são pouco recomendadas e exigem cuidado redobrado.

Se o secador for usado muito quente, pode acabar provocando uma dessolda e descolando componentes internos do smartphone. Por outro lado, o aspirador de pó pode danificar botões e conectores se “sugar” com muita força.

Posso colocar para secar no sol?

Há ainda quem opte por colocar o celular para secar ao sol. Essa dica é a menos recomendada, já que não há indícios de que o sol vai realmente secar toda a água. Na verdade, ele pode piorar a situação. O calor do sol pode acabar danificando várias partes do celular, que não podem se recuperar depois.

Se o usuário não puder fazer nenhuma das ações recomendadas acima, principalmente, colocar o celular no arroz, pode até deixar o smartphone em um local arejado e com pouca incidência de sol. Isso, entretanto, não garante que o aparelho funcionará normalmente depois.

Celular resistente à água pode ser completamente submergido?

Mesmo quem possui um celular resistente à água não está isento desses tipos de transtorno. Muitos donos de telefones “à prova d’água” chegam com seus smartphones na assistência técnica por conta de problemas com água. Isso acontece porque as pessoas acabam expondo seus aparelhos propositalmente a certas situações para as quais os dispositivos não estão preparados, como mergulho na praia ou piscina.

Cuidado com o vapor d’água

Outro cuidado que deve ser tomado é com a exposição do smartphone ao vapor d’água. Muitas pessoas têm o costume de levar o celular para o banheiro na hora do banho, mas não sabem que isso também pode ser prejudicial. Felipe comenta que, em alguns casos, o telefone chega na assistência técnica com problemas de oxidação, mesmo sem que ele tenha caído na água. Isso acontece porque o vapor d’água também causa a oxidação do aparelho com o tempo. Sendo assim, o melhor a fazer é evitar levar o telefone para o banheiro.

Sendo assim, a prevenção é a melhor maneira de evitar danos no celular por conta de contato com água. No entanto, se isso já tiver acontecido, o melhor a fazer é retirar o chip, o microSD e a bateria, se possível, e secar o aparelho com uma toalha. Em seguida, o ideal é levá-lo em uma assistência técnica. Caso não haja essa possibilidade, mantenha o celular dentro de um pote com arroz por, pelo menos, um dia para que ele absorva a água.
Se você é muito desastrado ou se passa muito tempo perto da água, deixando seu celular em risco, vale considerar um smartphone resistente à água em sua próxima compra. Apesar de o telefone possuir essa característica, o cuidado com ele deve ser o mesmo.

Consulte as opções de Smartphones com um vendedor no Fujioka.

Fonte:https://www.techtudo.com.br/dicas-e-tutoriais/2017/11/seu-celular-caiu-na-agua-conheca-dicas-de-experts-para-salvar-o-telefone.ghtml